15

Resenha: Necrópolis - A Fronteira das Almas. / Douglas MCT.

Sobre o livro:

Título: Necrópolis – A Fronteira das Almas.
Autor: Douglas MCT
Editora: Gutenberg
Gênero: Fantasia
Páginas: 293


Sinopse: Necrópolis, série de Douglas MCT, apresenta ao leitor as aventuras fantásticas de Verne Vípero, um rapaz cético que confronta sua descrença ao descobrir a possibilidade de salvar e resgatar a alma do irmão. Neste primeiro volume, Verne e seus aliados – um monge renegado, um ladrão velocista, uma mercenária deslumbrante e um homem-pássaro suspeito – rumarão até Necrópolis e conhecerão um novo mundo e novas criaturas, em uma aventura emocionante e assustadora. Com personagens instigantes e uma história fantástica recheada de emoções e terror, o leitor se sentirá na companhia de Verne, adentrando e desbravando um mundo fantástico cheio de batalhas e de um perigo sobrenatural.


Resenha:


Do mesmo autor de O coletor de Almas, Necrópolis segue o mesmo padrão da escrita do Douglas MCT: Um mundo imaginário, fantasia e muita ação.

Necrópolis  - A fronteira das  almas é o primeiro livro de uma série que tem como protagonista Verne Vípero, um jovem que mora em um orfanato com o seu irmão Victor.

Já no início do livro, Victor e seus amigos morrem envenenados por um gás misterioso.  Abalado com o acontecimento, o seu irmão Verne recebe um convite para ir a Necrópolis tentar salvar a alma de Victor. O grande problema é que Verne é cético e não acredita que possa existir um mundo além do real. 

Na cidade em que mora, existe um grupo de ciganos, e um dos anciões, mais conhecido como Velho Saja  contava histórias fantásticas que acabava despertando a curiosidade do próprio Verne, porém ele não levava a sério, pois insistia em não acreditar no sobrenatural.

- Eu temo por você. O que vai acontecer, agora?
- Não sei. Victor morreu e minha vida perdeu o sentido. Então, nada mais importa. Pág.48

Eis que surge um homem chamado Elói, e faz uma grande proposta para Verne: Ir à Necrópolis e salvar a alma do seu irmão.  Seu amor pelo irmão fala mais alto, e mesmo sem acreditar em nada, Verne se habilita a viajar para um mundo de fantasias. Salvar a alma do irmão é uma coisa importante, mas tudo tem que ser muito rápido... Pois a alma pode cair no abismo.

- Posso provar a existência de Necrópolis pra você, mas tem que me dar uma chance. Pág.51
- Sim. Quero salvar a alma de Victor. Eu o terei de volta – suspirou profundamente. – De alguma forma... Pág.81 

Finalmente chegou ao maravilhoso mundo de Necrópolis, e lá ele encontra incríveis personagens que ajudam a salvar a alma do seu amado irmão.

Verne está assustado. Seu lado cético havia entrado em choque. Não podia mais duvidar da existência de um mundo sobrenatural, estava em Necrópolis em busca da alma do irmão. Pág.88.

Necrópolis é um mundo muito original, criado por Douglas MCT.  Um grande mundo onde Verne e seus aliados viajam, conhecendo os lugares fantásticos, belos e assustadores.

É impossível ficar confuso, quanto aos lugares visitados. No Início do livro tem um grande mapa, onde podemos acompanhar cada local de Necrópolis. 

Em Necrópolis, o tempo era incerto e o destino de Vitor, imprevisível.  Pág.118
                                                 --
O que acontece depois que Verne chega a Necrópolis?

Será se ele consegue salvar a alma do seu irmão? 

Mapa de Necrópolis.


Opinião:

Incrível, fantástico, perfeito e original. Estas são as palavras que definem o livro.

É impossível ler o livro e não viajar na imaginação, eu particularmente quero muito ir a Necrópolis, mas isto é impossível. – triste-.

Duendes, Fadas, Vampiros, Zumbis e outros seres aparecem no decorrer da história. Todos os personagens foram bem criados, é impossível não se identificar com algum deles; principalmente os seres Necropolitanos .

Tirei a foto do livro com um Duende, ficou legal? rsrs.
 A originalidade e os detalhes tornam o livro perfeito. Lembrando também da narrativa que é bem envolvente.  A fronteira das Almas (Livro 1) Acaba de um jeito que somos obrigados a ler o livro dois (A batalha das feras). Por isso, estou muito ansioso para ler o segundo livro.
Foto para divulgação.





15 comentários:

  1. Olá!

    Ficou muito legal a foto com o duende e esse pôr do sol aí atrás ficou lindo demais. Não conhecia o livro, mas gostei muito da premissa. Parece bem diferente e bem desenvolvido o universo criado pelo autor. Gostei da resenha.

    Abraço

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Erick, tudo bem?!
    Não conhecia este livro, gostei da resenha, não leria ele no momento, pois estou com muitos pendentes, porém anotei o nome do livro, pois adoro livros que nos transportam para suas páginas...

    beijos Mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Eu amo livros de fantasia, e essa história parece ser bem emocionante e legal.
    Já estou seguindo o blog!
    Beijos. www.diariodostreze.blogspot.com
    retribui?

    ResponderExcluir
  4. Oi Érick.
    Que bom que está de volta agitando seu blog.
    Esse livro tem realmente uma proposta diferente, mais um que deu vontade de ler.
    Ficou bem divertida a foto com o duende rsrsrs.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  5. Iae Érick, tudo bem? Não conhecia a série mais confesso que fiquei bem interessado.
    A maioria dos autores de séries, costumam terminar o primeiro livro com uma bomba, só para matar os leitores de curiosidades para o próximo livro. Acho isso uma técnica muito boa! Animei muito a ler este livro, vamos ver se consigo hahaha!

    Abraços
    www.booksever.blogpot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi.

    Eu não sei se leria o livro porque não sei se é bem o meu estilo de leitura, creio que prefiro ver os filmes ao ler os livro. rs sei lá ainda estou me acostumando com certos temas. rs

    Parabéns pela resenha esta super demais e espero ler o livro qualquer dia e mudar os meus conceitos. rs

    Beijos
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que bom que você gostou Erick..
    Pela sinopse parece ser legal mesmo, apesar de não ser muito meu gênero.
    Mas a resenha está ótima.

    beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. QUE CAPA LINDA.... EU VI QUANDO O DOUGLAS COMPARTILHOU NO FACE DELE... JÁ LI O COLETOR E GOSTEI MUUITO... ESPERO QUE ESTE AI SEJA TÃO BOM QUANTO.

    ABRAÇO!

    ResponderExcluir
  9. A capa é super legal.parabéns pela resenha.
    Fico feliz também que tenha gostado do conto que eu escrevi para o blog Ela e seus livros.
    Muito obrigado, mesmo.
    esse é o meu blog:
    palavrapequenas.blogspot.com
    já estou te seguindo.

    ResponderExcluir
  10. Ainda não consegui ler os livros de Douglas MCT apesar de ter muita vontade e pareceram ser tão interessantes. Adorei a resenha e as fotos!

    http://umreinomuitodistante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. É ótimo quando pegamos para ler um livro cheio de imaginação e, acima de tudo, original, né? Não conhecia o autor e nem o livro. Gostei da ideia de um local como Necropolis. Apesar do nome ser meio sinistro =P

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  12. Muito bom!

    http://tavatudobemnasemanapassada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Já ouvi falar do livro e tenho vontade de ler, agora fiquei mais curiosa

    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  14. Oi, indicamos seu blog ao selo "The Versatile Blogger Award".
    Confira nesse link: http://blogliterariopalavrasaovento.blogspot.com.br/2013/11/the-versatile-blogger-award.html

    Sucesso! Equipe do Palavras Ao Vento.

    ResponderExcluir
  15. Infelizmente não é um livro que me chama a atenção, sabe? :/ Cadê você menino, tá sumido e fazendo falta!!

    Beijos,
    biblioteca-de-resenhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Ao comentar deixe o link do seu site/blog para que eu possa retribuir o seu comentário.

Obrigado pela visita!
Like Livros.